quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Mini imagine com Louis


VOCÊ ON
‘’Não aguento mais a minha vida. Eu quero morrer. Meu pai traiu minha mãe faz mais ou menos dois anos e quando ela descobriu, o mandou para fora de casa. Ele foi, e nunca mais voltou. Me sinto perdida depois da morte de minha mãe. Como sou filha única, as duas pessoas que me restaram foram minha melhor amiga e minha avó. Minha mãe morreu faz duas semanas, e foi quando meu terrível habito piorou: comecei a me cortar com cada vez mais intensidade, guardava isso em segredo com medo de que as pessoas me julgassem. Minha melhor amiga estava morando em Londres faz três meses, ela nunca me abandonou, mesmo estando longe e sabendo da noticia, veio correndo para o Brasil pra passar um mês aqui comigo, me consolando, mas mesmo assim, nunca contei a ela sobre a auto-mutilação. Tinha acabado de acordar, era um domingo e o céu estava carregado de nuvens. Fui em direção a cozinha e percebi que Sophie, a minha melhor amiga, estava sentada assistindo TV.
Ela percebeu que já tinha acordado e veio até mim me abraçar.

Sophie: Amiga, senta aí, tenho uma proposta pra te fazer...
Eu: Ah, fala logo... – não estava muito animada, ultimamente nada me deixava animada, pra ser sincera.
Sophie: Vá morar em Londres comigo por um tempo, vai ser bom pra você superar tudo que aconteceu por aqui.
Vou confessar que ela já tinha me convidado pra morar em Londres antes, eu não aceitava porque não queria deixar minha mãe sozinha mas antes de tudo teria de falar com minha avó.
Eu: é, pensando bem... pode me fazer bem. Eu vou falar com minha vó e depois eu te aviso.
- 2 dias depois...-
Nossa, aconteceu tudo muito rápido, já estava em Londres e adorei muito a cidade. É exatamente como dizem (pra falar a verdade, até melhor).
Chegamos no nosso apartamento e logo percebi que estava morrendo de fome porque a comida do avião era ruim demais.
Eu: vamos sair pra comer alguma coisa?
Sophie: ah, amiga, eu to tão cansada. Quem sabe você não se aventura a ir sozinha? Londres é muito seguro e vou deixar meu celular ligado, qualquer coisa você me liga.
Concordei, me arrumei e fui em direção a um pequeno shopping que tinha ali por perto pra procurar alguma coisa pra comer. De repente houve um grande tumulto.
O QUE ESTÁ ACONTECENDO? – gritei, na esperança que alguém me respondesse.
Logo umas meninas gritaram que o One Direction estava por aqui. Confesso que não sou muito fã, só acho eles bonitos.
Fui em direção a um Starbucks e logo quando entrei um menino tava de touca e pediu minha ajuda. Logo percebi que era Louis (o que eu achava o mais gato de todos da banda).
Eu: o que houve?
Louis: É que meus ouvidos não suportam mais tantos gritos, eu sei que isso pode parecer idiota, mas eu estou sofrendo de perda de audição e esqueci o remédio no meu apartamento que fica muito longe daqui. Será que você pode me ajudar a sair pela porta de trás?
Ok, né. Eu aceitei, o cara tava precisando de ajuda mesmo. Então, tive uma grande ideia: iremos sair pela janela do banheiro. Dei a ideia e ele achou loucura, mas logo viu que era o único jeito, pois também havia fãs na porta de trás e cada vez mais os gritos aumentavam. Ele deve que entrar no banheiro feminino escondido, foi muito engraçado, e depois pulamos pela janela e conseguimos correr para fora dali. Depois de um tempo correndo, vi que estávamos longe, em um lugar que não sabia onde era, então decidi parar.
Eu: você sabe onde estamos?
Louis: pra falar a verdade, não. Quase nunca venho nessa parte da cidade.
Eu:  ah meu deus, estou perdida com um estranho. Ótimo começo de viagem – sem perceber, acabei pensando alto e ele acabou ouvindo. Vish...
Louis: você não é daqui? É da onde?  E eu não sou um desconhecido, faço parte da one direction. Não sou um sequestrador ou um maníaco- riu-

Seu sorriso era perfeito, estava começando a escurecer e confesso que aquele sorriso iluminou todo o ambiente. Nós estávamos na beira de um lago, sentados em um banco.
Eu: sou do Brasil, cheguei aqui em Londres hoje mesmo, sai para comer alguma coisa e vim parar aqui por sua causa.
Louis: ah, para. Assim você me faz sentir culpado.
Eu: mas você é mesmo! – dei um tapa de leve no ombro dele e ri-
Então eu percebi que ele ficou triste com o que fiz, ele ficou olhando para o horizonte e falou...
- A culpa não é minha, sabe? As vezes é o preço que pago por ser famoso e ter milhares de fãs. Sinto falta de sair por aí e não ter paparazzis me perseguindo loucamente.
Eu: Me desculpe, eu não sabia...
Permanecemos em silencio por um tempo e eu percebi que, querendo ou não, estava gostando desse momento a sós com ele. Sempre imaginei que os famosos fossem exibidos mas ele era diferente.
Louis: mas então, conta mais da tua vida aí...
Eu: É... Minha vida não é muito boa.

Não sei o que me deu na cabeça, mas me senti segura ao lado dele, então decidi contar toda a minha triste história... bom, tirando a parte dos cortes pois aquilo jamais iria contar pra ninguém. Enquanto contava a ele, lágrimas caiam com intensidade no meu rosto, ele me escutava atentamente e observei que seus olhos estavam cheios de lágrimas. E quando acabei, disse:
Eu: oh, não deveria ter contado, me desculpe. – falei isso e me afastei.
Ele veio para perto de mim, secou minhas lágrimas com seus dedos e foi chegando cada vez mais perto.
Louis: eu realmente gostei muito de você desde quando te vi e acabei gostando mais ainda depois que descobri toda a sua história de vida. Você é muito forte, mesmo.
E foi ai que percebi que também tinha gostado dele.
Eu: também gostei de você. Acho que foi algo a primeira vista e tal. – nós rimos-
Então ele me puxou para perto dele, nos deixando um de frente para o outro. Ele colocou sua mão em minha nuca e nós nos beijamos. Foi perfeito. Um beijo calmo e romântico. Pela primeira vez em toda a minha vida, me senti realmente feliz por estar com alguém.

Nós ficamos conversando por mais ou menos umas duas horas, abraçados e cada vez gostava mais dele. Então, eu levantei, tirei meus tênis e decidi colocar os pés na água, pois, por incrível que pareça, estava quente em Londres. Então, ele me seguiu e nós ficamos ali durante alguns minutos até que, sem querer, quando fui empurra-lo de brincadeira, ele acabou caindo de verdade na água e me puxou para se vingar. No começo, fiquei meio desesperada porque não sabia nadar, mas logo Louis me pegou no colo e ficou tudo bem. Ficamos ali, se divertindo por um tempo e decidimos sair de lá.
Eu tinha me esquecido dos meus cortes e de todos os problemas, então tirei o casaco de manga cumprida que eu sempre usava. Paramos para conversar mais um pouco até que ele interrompeu nosso assunto...
Louis: ACHO QUE VOCE SE MACHUCOU!! OLHA SEU BRAÇO, ESTÁ TODO CORTADO E...
Eu sai de perto dele fazendo com que ele percebesse que não era um simples machucado. Baixei a cabeça e lágrimas escorreram sob minha face novamente.
Louis: eu não acredito... nisso- sua voz falhava, ele parecia preocupado.
Eu: EU SEI! VOCE DEVE ME ACHAR LOUCA AGORA! EU VOU EMBORA PORQUE NINGUEM NUNCA VAI ME ENTENDER MESMO! EU TIVE TODOS ESSES PROBLEMAS NA MINHA VIDA E NÃO FUI FORTE O SUFICIENTE PARA AGUENTÁ-LOS ASSIM. DESCULPA SE SOU LOUCA, TÁ BOM? – não sei o que deu em mim.
Disse aquilo e sai correndo. Até que alguém me impediu, era Louis.
Louis: espera aí, eu não disse nada, eu te entendo, eu sei como é difícil. Mas quero que saiba que a partir de hoje você não está mais sozinha. Eu vou cuidar de você.  Sei que nos conhecemos há poucas horas atrás, mas esse tempo que passei com você foi o suficiente para começar a admirar você de verdade! Você pode até não acreditar em mim, mas, eu gostei muito de você. Sei lá, parece loucura, né?
Ele chegou mais perto de mim e me beijou. Ficamos ali, abraçados, em silencio, até que, ele disse:
- Nunca vou te abandonar, eu juro.’’
E ele estava falando a verdade: o tempo passou, mas ele nunca me abandonou. E foi naquele dia em que conheci o homem que está dormindo do meu lado, como um anjo agora, enquanto relembro o dia em que conheci o menino da minha vida. Olhei para o relógio, eram 5:00 da manhã, estava na hora de dormir com a esperança de também  encontra-lo em meus sonhos.
 (...)
Eai, fiz meu primeiro mini imagine, haha
espero que gostem, beijo /laura

20 comentários:

  1. Amei o imagine, ficou muito shoow *--*

    ResponderExcluir
  2. AMEI MUITO LINDA MESMO PARABENS VC TEM TALENTO TAH MARAVILHOSSA

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAWNT Perfeito D++++

    ResponderExcluir
  4. Foi a coisa mais íncrivel que eu já li, eu te juro ! Juro mesmo !

    ResponderExcluir
  5. ficou mt fofoooo ameii um dos melhores!!

    ResponderExcluir
  6. OMG , Harold , Marry me *-----* muuito perfeito '-' faaz mais :|

    ResponderExcluir
  7. onwt q perfeito amei msm muito lindo adoreia a parte q eles caim no lago! tipo amei mt msm! >< miniimagineperfeito! (le eu puxando o saco da escritora)

    ResponderExcluir
  8. omwwwwww que lindooo

    ResponderExcluir
  9. Perfeito,muito bom parabens.

    ResponderExcluir
  10. ownt que fofoooooooooooooo! amei <3

    ResponderExcluir
  11. Linda, eu postei ele na minha page e dei os créditos ok?
    Amei simplesmente lindo e todas as meninas que leram ele amaram..

    ResponderExcluir
  12. Ta msm perfect <3 Põe outra do Louis por favor

    ResponderExcluir
  13. Ta mttttt divoooo ameiiiiiii ,ficou mt fofo , faz mais com o Lou !Xx Livia

    ResponderExcluir
  14. Muiitooo Liindoooo eu Adorei seu Mini imagine ficou Perfect demaisss <3 <3 <3 <3

    ResponderExcluir